Indo enquanto permanece no mesmo lugar

Assim diz o SENHOR dos Exércitos, o Deus de Israel, a todos os do cativeiro, os quais fiz transportar de Jerusalém para babilônia: Edificai casas e habitai-as; e plantai jardins, e comei o seu fruto. Tomai mulheres e gerai filhos e filhas, e tomai mulheres para vossos filhos, e dai vossas filhas a maridos, para que tenham filhos e filhas; e multiplicai-vos ali, e não vos diminuais. E procurai a paz da cidade, para onde vos fiz transportar em cativeiro, e orai por ela ao Senhor; porque na sua paz vós tereis paz. Jeremias 29:4-7;

Porque assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: Não vos enganem os vossos profetas que estão no meio de vós, nem os vossos adivinhos, nem deis ouvidos aos vossos sonhos, que sonhais; Porque eles vos profetizam falsamente em meu nome; não os enviei, diz o Senhor. Jeremias 29:8,9;

Porque assim diz o SENHOR: Certamente que passados setenta anos em babilônia, vos visitarei, e cumprirei sobre vós a minha boa palavra, tornando a trazer-vos a este lugar. Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração. E serei achado de vós, diz o Senhor, e farei voltar os vossos cativos e congregar-vos-ei de todas as nações, e de todos os lugares para onde vos lancei, diz o Senhor, e tornarei a trazer-vos ao lugar de onde vos transportei. Jeremias 29:10-14;

Introdução

Têm muitas pessoas que anseiam deixar uma responsabilidade que ocupam, um posto de trabalho, ou lugar aonde estão, não corretamente, porque estão no calor da emoção, passando por um momento de estresse, labuta, sentem-se num terreno hostil ou mesmo entediante.

A sensação de permanecer parado enquanto outros parecem avançar só intensifica essa inquietação.

A comparação com a vida do próximo pode fazer parecer que não há avanço; Mas, existe o perigo do movimento sem deslocamento, do barulho sem avivamento.

Muitas pessoas permanecem mais tempo aonde estão por uma determinação que só Deus sabe, nem elas entendem. Ao passo que esse sentimento as domina, elas não fincam suas estacas de fato.

Quero iniciar pontuando dois “talvez”:

  1. Talvez ficar no lugar aonde estou não possui o nível de sofrimento que eu erradamente imagine;
  • Talvez eu precise aprender o que significa seguir a Deus quando estou num lugar que desejo deixar;

No texto de Jeremias 29 dois pregadores estão fazendo sermões aos exilados

  1. Jeremias: diz aos exilados que eles terão que reinventar-se no lugar aonde se encontram. Isso significa que todos, exceto os bebês, terão falecido ou terão suas vidas terminadas no cativeiro. É a mensagem dura de engolir;
  • Outros profetas (maioria): pregam ao povo para não aprofundar suas raízes naquele solo. Deus não iria manter eles exilados daquela maneira; Deus iria tirá-los de lá, então, a mensagem era: arrumem as malas, este lugar é temporário;

Qual igreja você preferiria frequentar no exílio? Talvez não gostaria de ir na igreja de Jeremias, talvez ele estivesse sendo duro demais. O problema é que “e se ele estiver pregando a verdade?”.

Aprenda a confiar nEle exatamente aonde está!

Quase todo mundo que ouviu a promessa “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais” sabia que ela não iria se cumprir nos seus dias de vida.

Era uma promessa que passaria aos seus descendentes. Isso quer dizer que o que Deus tem em vista para o nosso bem, no fim das contas, implica que teremos que confiar nEle exatamente aonde estamos.

Eles queriam ir embora, mas, o fato é que Deus estaria com eles aonde quer que eles estivessem.

Como cantaremos a canção do Senhor em terra estranha? Se eu me esquecer de ti, ó Jerusalém, esqueça-se a minha direita da sua destreza. Salmos 137:4,5.

Eles deveriam realmente buscar o bem da cidade que queriam deixar, enquanto cultivavam uma vida de oração habitando nela.

Deus iria ensinar ao povo algumas importantes lições:

  • Limites: Ter uma vida na qual não se pode estar em todo lugar e em nenhum lugar em particular; Não somente terão que decidir o que farão, como também terão que aprender com aquilo que não poderão fazer. Aprender com os limites da vida!
  • Ambições: Terão de aprender a reorientar as suas ambições para o bem da glória de Deus e do seu próximo, naquilo que é comum da vida, para o bem do seu lugar;
  • Frustrações: (quando elaboro expectativas acima da realidade) é ter que suportar imperfeições, irritações, desgostos e dificuldades (no casamento, por exemplo, é um pacote completo);
  • Emoções: Aprender que aquilo que nos faz alegres, tristes, zangados ou assustados, não pode ser resolvido com mudança geográfica (não se cura o doente mudando-o de cama);
  • Sofrimentos: Terão que estar no mesmo lugar das pessoas que os feriram ou sobre os quais falaram mal; Aprenderão sabedoria e cura neste lugar;
  • Tempo e medidas de progresso: Aprenderão na medida que o tempo avança a reforçar a sua esperança; Aprenderão a esperar com paciência no Senhor (Salmo 40);

Exultando na monotonia

Como voltar dia-a-dia para os lugares e as situações que desejávamos ir embora? Como voltar para aquilo que eu não consigo consertar?

Retornar significa sofrer. Retornar significa também que tenho esperança, anseio por redenção e propósito. O Senhor é pastor daqueles que retornam, porque Ele também é Pastor que retorna: dia após dia para nós.

Conclusão

Ir enquanto permanece no mesmo lugar!

Se você recebesse uma carta hoje, como essa, você obedeceria e se alegraria ou se entristeceria e abandonaria a sua fé? Se fosse com você? Você bateria o pé para determinar e exigir, ou você se alegraria porque Deus te deu uma direção no local que você está?

É isso que precisamos responder para nós mesmos e para Deus.

Fonte: Livro “Pastor Imperfeito”, Zack Eswine, Editora Fiel.

Please follow and like us: