Salmo 22 – Vivendo o propósito de Deus

Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas do meu auxílio e das palavras do meu bramido? Deus meu, eu clamo de dia, e tu não me ouves; de noite, e não tenho sossego. Porém tu és santo, tu que habitas entre os louvores de Israel. Em ti confiaram nossos pais; confiaram, e tu os livraste. A ti clamaram e escaparam; em ti confiaram, e não foram confundidos. Mas eu sou verme, e não homem, opróbrio dos homens e desprezado do povo. Todos os que me veem zombam de mim, estendem os lábios e meneiam a cabeça, dizendo: Confiou no Senhor, que o livre; livre-o, pois nele tem prazer. Mas tu és o que me tiraste do ventre; fizeste-me confiar, estando aos seios de minha mãe. Sobre ti fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe. Não te alongues de mim, pois a angústia está perto, e não há quem ajude. Muitos touros me cercaram; fortes touros de Basã me rodearam. Abriram contra mim suas bocas, como um leão que despedaça e que ruge. Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera, derreteu-se no meio das minhas entranhas. A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar; e me puseste no pó da morte. Pois me rodearam cães; o ajuntamento de malfeitores me cercou, traspassaram-me as mãos e os pés. Poderia contar todos os meus ossos; eles veem e me contemplam. Repartem entre si as minhas vestes, e lançam sortes sobre a minha roupa. Mas tu, Senhor, não te alongues de mim. Força minha, apressa-te em socorrer-me. Livra a minha alma da espada, e a minha predileta da força do cão. Salva-me da boca do leão; sim, ouviste-me, das pontas dos bois selvagens. Então declararei o teu nome aos meus irmãos; louvar-te-ei no meio da congregação. Vós, que temeis ao Senhor, louvai-o; todos vós, semente de Jacó, glorificai-o; e temei-o todos vós, semente de Israel. Porque não desprezou nem abominou a aflição do aflito, nem escondeu dele o seu rosto; antes, quando ele clamou, o ouviu. O meu louvor será de ti na grande congregação; pagarei os meus votos perante os que o temem. Os mansos comerão e se fartarão; louvarão ao Senhor os que o buscam; o vosso coração viverá eternamente. Todos os limites da terra se lembrarão, e se converterão ao Senhor; e todas as famílias das nações adorarão perante a tua face. Porque o reino é do Senhor, e ele domina entre as nações. Todos os que na terra são gordos comerão e adorarão, e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele; e nenhum poderá reter viva a sua alma. Uma semente o servirá; será declarada ao Senhor a cada geração. Chegarão e anunciarão a sua justiça ao povo que nascer, porquanto ele o fez. Salmos 22:1-31.

Introdução

Muitas vezes, somos levados a acreditar que para viver o Plano de Deus, não passaremos nenhum tipo de sofrimento. Achamos que é só vitória, sem considerar que a palavra vitória está vinculada à palavra luta. Queremos ser testemunhas de Deus (Atos 1:8), mas, não devemos ignorar que ser “testemunha” significa inclusive morrer pela verdade que acreditamos.

Morrer é uma coisa difícil para nós, pois não estamos preparados para a morte. Mas, mesmo que não cheguemos ao ponto de morrer, precisamos entender que não conseguiremos escapar do sofrimento (se é que estamos dispostos a viver os propósitos de Deus). Consideremos, então, que sofrer, muitas vezes, é pior que morrer. Porque morrer é certo e pode ser rápido, mas sofrer é incerto e pode ser demorado demais para nós, e ninguém gosta de lidar com o imprevisível.

O Salmo 22, foi escrito por Davi, e prefigura o sofrimento de Cristo na cruz. Vamos observar neste texto três fontes de sofrimento manifestamente opositoras àqueles tentam viver o propósito de Deus.

É importante analisarmos esse Salmo porque encontramos resposta para situações que enfrentamos ou enfrentaremos na vida, e, a partir delas, conseguimos encontrar respostas de como superar tais desafios.

1)    Sofrimento: Sentimento de abandono por Deus

Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas do meu auxílio e das palavras do meu bramido? Deus meu, eu clamo de dia, e tu não me ouves; de noite, e não tenho sossego. Salmos 22:1,2;

A sensação esmagadora do clamor não atendido, o medo do que vem pela frente. Você olha para os lados e não vê socorro. Quem nunca passou por isso?

Jó, em meio às lutas que só ele poderia viver, não dava para transferir a ninguém, disse: Porque aquilo que temia me sobreveio; e o que receava me aconteceu. Jó 3:25;

·        Qual resposta ele apresenta pra isso?

Porém tu és santo, tu que habitas entre os louvores de Israel. Em ti confiaram nossos pais; confiaram, e tu os livraste. A ti clamaram e escaparam; em ti confiaram, e não foram confundidos. Salmos 22:3-5;

Cosmovisão divina. Ele não está preso a um acontecimento isolado, ele se afasta do quadro pra ver o todo. Identifica a história por completo. Se um indicador está distoando, ele olha para a curva móvel e tem uma visão ampla. Ele não nadou até ali pra morrer na praia.

  • Ele identifica a presença de Deus entre os louvores de Israel;
  • A forma como Deus deu livramento à Israel;

2)    Sofrimento: Desprezo dos homens

Mas eu sou verme, e não homem, opróbrio dos homens e desprezado do povo. Todos os que me veem zombam de mim, estendem os lábios e meneiam a cabeça, dizendo: Confiou no Senhor, que o livre; livre-o, pois nele tem prazer. Salmos 22:6-8;

O desprezo e a zombaria é algo difícil de lidar. Todos zombam e balançam a cabeça e o motivo: confiou no Senhor. Veja que a zombaria é por motivo injustificável, simplesmente origina-se da confiança em Deus.

Então, não é uma zombaria decorrente de outras pessoas que confiam em Deus, mas, advinda de pessoas que declaradamente não tem fé em Deus ou pensam que a tem por estar dentro de um sistema religioso.

Esse tipo de coisa mexe com a gente! Você quer que o nome do Senhor seja glorificado por meio da sua vida e tudo o que você encontra é má interpretação dos fatos.

Me lembra a história de Ana. O quanto aquela mulher era desprezada por simplesmente viver confiando em Deus, sem sair da sua posição.

·        Como encontrar resposta pra isso?

Mas tu és o que me tiraste do ventre; fizeste-me confiar, estando aos seios de minha mãe. Sobre ti fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe. Não te alongues de mim, pois a angústia está perto, e não há quem ajude. Salmos 22:9-11;

Ele encontra resposta no fato de ter sido escolhido por Deus e não pelos homens. Isso foi desde o ventre da mãe dele. Por ter sido escolhido por Deus, ele já verifica a oposição sem causa, não a ele, mas ao próprio Deus.

A oração dele é parecida com a de Ezequias quando disse para Deus lhe socorrer, ele também disse assim:

Inclina, ó Senhor, o teu ouvido, e ouve; abre, Senhor, os teus olhos, e vê; e ouve todas as palavras de Senaqueribe, as quais ele enviou para afrontar o Deus vivo. Isaías 37:17.

Tem luta que não é sua, você está nela, mas, ela é de Deus.

Recebendo, pois, Ezequias as cartas das mãos dos mensageiros, e lendo-as, subiu à casa do Senhor; e Ezequias as estendeu perante o Senhor. Isaías 37:14.

3)    Sofrimento: Fisiologia (as funções do funcionamento normal do organismo são atingidas)

Muitos touros me cercaram; fortes touros de Basã me rodearam. Abriram contra mim suas bocas, como um leão que despedaça e que ruge. Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera, derreteu-se no meio das minhas entranhas. A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar; e me puseste no pó da morte. Pois me rodearam cães; o ajuntamento de malfeitores me cercou, traspassaram-me as mãos e os pés. Poderia contar todos os meus ossos; eles vêem e me contemplam. Repartem entre si as minhas vestes, e lançam sortes sobre a minha roupa. Salmos 22:12-18.

Os touros de Basã (uma cidade do Antigo Testamento que tinha gigantes, Ogue, rei de Basã tinha quase quatro metros de altura). Essa cidade estava dentro do território que foi dado por Deus para Israel.

Velhos adversários se levantam contra Cristo e atacaram as funções fisiológicas de seu corpo. Seus ossos são desconjuntados, não há forças para permanecer de pé e ele cai ao chão como água derramada.

Está cercado de malfeitores, e com sede. Seus ossos estão expostos, suas roupas foram tiradas e repartidas.

·        Como encontrar resposta pra isso?

Mas tu, Senhor, não te alongues de mim. Força minha, apressa-te em socorrer-me.
Livra a minha alma da espada, e a minha predileta da força do cão. Salva-me da boca do leão; sim, ouviste-me, das pontas dos bois selvagens.
Salmos 22:19-21.

Clamor de socorro a Deus. Tem hora que só nos resta orar para sermos livres dessa condição. Esse clamor é confiante, porque já vem acompanhado do que ele acredita que acontecerá ao ser livre daquilo.

Quais são os desejos positivos que ele encontra em Deus para suportar o sofrimento?

·        Desejo de Viver com testemunho de vida!

Então declararei o teu nome aos meus irmãos; louvar-te-ei no meio da congregação. Vós, que temeis ao Senhor, louvai-o; todos vós, semente de Jacó, glorificai-o; e temei-o todos vós, semente de Israel. Porque não desprezou nem abominou a aflição do aflito, nem escondeu dele o seu rosto; antes, quando ele clamou, o ouviu. Salmos 22:22-24;

·        Desejo de Viver com propósito para glorificar a Deus

O meu louvor será de ti na grande congregação; pagarei os meus votos perante os que o temem. Os mansos comerão e se fartarão; louvarão ao Senhor os que o buscam; o vosso coração viverá eternamente. Todos os limites da terra se lembrarão, e se converterão ao Senhor; e todas as famílias das nações adorarão perante a tua face. Salmos 22:25-27;

·        Desejo de Viver eternamente na presença de Deus

Porque o reino é do Senhor, e ele domina entre as nações. Todos os grandes da terra comerão e adorarão, e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele; como também os que não podem reter a sua vida. Uma semente o servirá; falará do Senhor de geração em geração. Chegarão e anunciarão a sua justiça ao povo que nascer, porquanto ele o fez. Salmos 22:28-31;

Alguns conselhos práticos

Bom, então, se quero viver os propósitos de Deus, mesmo que me traga sofrimentos, e se tenho desejos positivos que me ajudam a olhar além desses sofrimentos. Quais conselhos práticos podemos extrair para nos ajudar?

1)   Ouse a batalhar pela sua fé!

Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da comum salvação, tive por necessidade escrever-vos e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos. Judas 1:3

Em nenhum momento, buscou recursos físicos disponíveis.

2)   Veja tudo como uma experiência edificante

E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança. Romanos 5:3,4.

Nós nascemos meninos, mas, não permanecemos meninos.

3)   Conte com a empatia de Jesus (Ele sabe suas dificuldades)

Ele suportou isso…

  • Para nos resgatar: você percebe o valor de algo pelo esforço desprendido para obtê-lo;
  • Para mostrar que nos compreende: só quem passou por algo pior, sabe o que é;
  • Para nos ajudar: quem sabe o que é, tem capacidade de se colocar no seu lugar e ajudar;
Please follow and like us: