Uma palavra capaz de mudar uma historia!

Gratidão!

E aconteceu que, indo ele a Jerusalém, passou pelo meio de Samaria e da Galileia; E, entrando numa certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez homens leprosos, os quais pararam de longe; E levantaram a voz, dizendo: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós. E ele, vendo-os, disse-lhes: Ide, e mostrai-vos aos sacerdotes. E aconteceu que, indo eles, ficaram limpos. E um deles, vendo que estava são, voltou glorificando a Deus em alta voz; E caiu aos seus pés, com o rosto em terra, dando-lhe graças; e este era samaritano. E, respondendo Jesus, disse: Não foram dez os limpos? E onde estão os nove? Não houve quem voltasse para dar glória a Deus senão este estrangeiro? E disse-lhe: Levanta-te, e vai; a tua fé te salvou. Lucas 17:11-19.

Introdução

Estamos iniciando o ano (2020) e temos algumas coisas a refletir sobre o que queremos fazer e não fazer. Aprendemos lições em 2019, erramos e acertamos, e é natural que façamos uma reflexão e tracemos algumas metas para o ano novo.

Vamos trazer, nesta ministração à igreja, um sentimento sublime, que é a gratidão, para dizer que ela não pode faltar na vida de um cristão, visto que ela norteia as demais coisas (que acontecem e acontecerão em nossa vida).

Em quê contexto a gratidão se revelou para estes leprosos? Sabemos que nos tempos de Jesus, havia três caminhos que atravessavam o país (de norte a sul), sendo:

1) Vale do Rio Jordão: 140 Km; 2) Montanhas de Samaria: 120 Km; 3) Rota comercial via mar: 150 Km.

Os judeus evitavam o segundo caminho, por considerar um território impuro, visto que era habitado por samaritanos. Eles eram judeus miscigenados com outros povos, por isso, eram evitados.

Passando no território dos samaritanos, Jesus entrou numa aldeia, aonde havia dez leprosos.

Duas coisas chama, atenção aqui:

  • Jesus passou pelo meio de Samaria;
  • Entrou numa aldeia aonde estavam os leprosos;

Quando Jesus passava ali, alguns samaritanos o encontravam. Era um momento único e especial; Pessoas eram libertadas do julgo do pecado, recebiam curas, a fé era despertada. Jesus não fazia acepção pessoas, Ele ia aonde outros não iam, e se permitia ser encontrado por essas pessoas.

Esses dez leprosos tiveram uma oportunidade incrível. Eles abraçaram essa oportunidade como única, e foram curados por Jesus.

…mas, o que acontece depois, é uma preciosa informação, é a chave do texto… Tem a ver com a atitude de um dos dez leprosos: a atitude de agradecer. A gratidão!!

Perguntas que nos ajudam ter gratidão (tema da mensagem):

a)  A Quem?

  1. Tudo o que recebemos vem de sempre Deus: vida, saúde (física e mental), oportunidades, são provas da Sua misericórdia; Podemos nos levantar, fazer coisas, fazer algum trabalho, ter algum sustento;
  • Enquanto iam se apresentar ao sacerdote, ficaram limpos. Um deles, vendo que ficara são, voltou glorificando a Deus;
  • Enquanto iam, ficaram limpos. Mas, apenas um (dos dez leprosos curados), vendo (consciência) que estava são, voltou; Tem gente que tem olhos saudáveis e não enxerga bem as coisas; Não consegue ver tudo como uma dádiva de Deus, não o glorifica; A perda da consciência de quem éramos é uma ameaça ao sentimento de gratidão.

b)  Por quê?

  1. Os samaritanos leprosos foram até Jesus, pararam de longe, e clamaram! Têm misericórdia de nós! E Ele vendo-os, disse-lhes. Jesus atendeu ao seu clamor;
  • Para te encontrar, Deus foi em um lugar, num determinado momento, e te encontrou. Se Ele não fosse até você, naquele momento, você não o teria conhecido;
  • Ao clamar a Jesus, os samaritanos foram ouvidos. Então, temos voz ao falar com Jesus. Somos ouvidos por Jesus, somos atendidos por Ele; Ter a consciência de que podemos nos aproximar de Jesus e sermos ouvidos, aumenta em nós o sentimento de gratidão;
  • Abro aqui um parêntese para dizer: Tenha fé pra falar com Ele e pedir o que precisa! A bíblia diz: Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam. Hebreus 11:6; Jesus, experimentando os seus discípulos, na multiplicação dos pães e peixes, ouviu a seguinte frase de André: Está aqui um jovem que tem cinco pães e dois peixinhos; mas que é isto para tantos? João 6:9; Cuidado: Não limite o poder de Deus.

c)  Como?

O como, diz respeito a forma como foi manifesta essa gratidão. Ela foi demonstrada de forma pública e naquele mesmo momento. Têm pessoas que perdem o “time” de fazer isso. Querem deixar para reconhecer isso em algum momento posterior de suas vidas… mas, não temos controle sobre esse tempo futuro.

Veja COMO o samaritano grato fez: 

  1. Voltou glorificando a Deus em alta voz;
  2. Caiu aos seus pés (de Jesus);
  3. Com o rosto em terra;
  4. Dando-lhe graças

Temos aqui um modelo de agradecimento! Um modelo que revela princípio do reconhecimento: “Jesus, só o Senhor poderia ter feito isso por mim”.

d)  Para quê?

  1. Ao voltar para agradecer a Jesus, aquele homem recebeu algo inesperado. Ele não esperava receber mais nada, no entanto… Jesus lhe disse: “Levanta-te, e vai; a tua fé te salvou”;
  • Os outros não foram salvos, foram apenas curados da lepra. Esse homem foi curado e salvo; Os milagres temporais devem servir para algo mais, além do milagre em si próprio. Devem nos conduzir à salvação.
  • Ao cair de joelhos diante de Deus, ficou de pé diante da condenação que estava reservada à sua alma, mesmo sendo curado, ainda não era salvo. De que adianta passarmos por essa vida, sem cair aos pés de Jesus?

Aplicações práticas: Comece o seu ano agradecendo!

Pelo quê?? Vamos ver em alguns textos três motivos pelos quais podemos agradecer a Deus, hoje:

1)  Pelo suprimento das necessidades mais simples

E, tomando o pão, e havendo dado graças, partiu-o, e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim. Lucas 22:19.

O pão é o alimento mais antigo e mais simples da humanidade. O pão representa o suprimento das necessidades mais básicas do ser humano, por exemplo: comer. Agradeça a Deus por suprir suas necessidades básicas.

Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? Porque todas estas coisas os gentios procuram. Decerto vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mateus 6:31,32.

A preocupação pode ser um empecilho ao agradecimento por o que Deus fez!

2)  Por conhecer do Plano de Salvação

Vemos Jesus orando e agradecendo a Deus por ter revelado aos pequenos, às pessoas simples, o seu Plano de Salvação; Agradeça a Deus por Ele ter revelado o seu Plano de Salvação a você.

Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim te aprouve. Mateus 11:25,26.

3)  Por pertencer à Família de Deus, à sua igreja

São muitos os textos que Paulo escreveu declarando sua gratidão a Deus pela Igreja e por seus irmãos.

  1. Paulo dava graças a Deus pelas igrejas que fundou: Coríntios, Filipenses, Tessalonicenses, Romanos etc.:

Sempre dou graças ao meu Deus por vós pela graça de Deus que vos foi dada em Jesus Cristo. 1 Coríntios 1:4;

Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vós; Filipenses 1:3.

Sempre damos graças a Deus por vós todos, fazendo menção de vós em nossas orações; 1 Tessalonicenses 1:2.

Primeiramente dou graças ao meu Deus por Jesus Cristo, acerca de vós todos, porque em todo o mundo é anunciada a vossa fé. Romanos 1:8;

Graças damos a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, orando sempre por vós; Colossenses 1:3;

  • Paulo dava graças a Deus pelos seus irmãos:

Graças dou ao meu Deus, lembrando-me sempre de ti nas minhas orações; Filemom 1:4;

Dou graças a Deus, a quem desde os meus antepassados sirvo com uma consciência pura, de que sem cessar faço memória de ti nas minhas orações noite e dia; 2 Timóteo 1:3;

Considerações finais

Era um costume dos judeus se prepararem para o culto. Havia uma reflexão interna quando estavam se preparando para vir ao Templo, oferecer o culto.

Tanto que Eclesiastes 5:1 vai dizer assim:

Guarda o teu pé, quando entrares na casa de Deus; porque chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos, pois não sabem que fazem mal.

Mas, vamos ver, no contexto desta mensagem, como podemos e devemos entrar no culto público:

Entrai pelas portas dele com gratidão, e em seus átrios com louvor; louvai-o, e bendizei o seu nome. Salmos 100:4;

Que não falte em você, neste ano, o sentimento de gratidão a Deus, cada dia de sua vida. Vamos, então, fazer uma oração de agradecimento!